LOGO-SIMPLES-NACIONALNa abertura de empresa, a decisão sobre o tipo de tributação é um dos passos mais importante que todo empresário ou administrador deve tomar.  Esta decisão pode implicar em pagar 6% ou 18% de imposto sobre a receita da empresa. Esta decisão normalmente é tomada no início das atividades, mas também é tomada anualmente. O Empresário terá que decidir se a empresa irá optar pelo Lucro Real, Lucro Presumido ou Simples Nacional.

A legislação não aprova mudanças no tipo de tributação durante o exercício fiscal. Uma vez feita a opção pelo simples Nacional, por exemplo, ela permanece inalterada durante todo o exercício fiscal. E não possibilidade de mudar para o Lucro Real ou Lucro Presumido.

A opção pelo lucro real ou lucro presumido é definida no primeiro pagamento do imposto, ou no caso das empresas optantes pelo Simples Nacional até o último dia útil de janeiro.

 

Atualmente temos três tipos de tributação:

LUCRO REAL

No lucro real a apuração dos impostos da pessoa jurídica (imposto de renda contribuição social) é determinada tomando-se como base o lucro contábil. Em geral, é utilizado pelas grandes empresas, empresas em início de operações e ainda, por aquelas obrigadas por lei a utilizarem-se do Lucro Real. Este tipo de tributação é mais complexo do que o lucro presumido e das empresas do simples nacional.

No Lucro Real haverá situações de Prejuízo Fiscal e nesta hipótese não haverá imposto de imposto de renda a pagar. Mas mesmo nesta situação, o empresário e ou o contador deverá fazer uma análise mais profunda em relação aos impostos, tais como o PIS, COFINS, INSS, etc., pois a escolha do tipo de tributação afeta todos os impostos.

 

LUCRO PRESUMIDO

O lucro presumido é uma forma de tributação simplificada que se baseia no faturamento da empresa para a para determinação do imposto de renda da Contribuição Social Sobree o Lucro Líquido (CSLL) PIS e COFINS das pessoas jurídicas que não estiverem obrigadas à apuração do lucro real.

Este tipo de tributação poderá ser utilizado com vantagens para empresas com margens de lucratividade superior a presumida. Da mesma forma que as empresas do Lucro Real, análise de levar em consideração o conjunto de impostos, tais como o PIS, COFINS, INSS, etc.

 

SIMPLES NACIONAL

O Simples Nacional é uma forma de tributação simplificada que também se baseia no faturamento da empresa para determinação dos impostos. A simplicidade deste tipo de tributação e a possível economia de impostos é indicada para as pequenas empresas.

No caso do simples nacional, o Empresário deverá ficar atento para as restrições legais que esta forma de tributação. A ajuda de um contador é muito importante neste momento.